Líder supremo do Irã, Ali Khamenei, visita família de general morto pelos EUA




Qassem Soleimani, chefe da força Quds, da Guarda Revolucionária iraniana, morreu na quinta-feira (2) depois de um bombardeio americano em Bagdá, no Iraque. O aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã, visitou a família do general Qassem Soleimani neste sábado (4).
Reprodução/Twitter Khamenei.ir
O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, visitou neste sábado (4) a família do general Qassem Soleimani, morto na quinta-feira (2) em um bombardeio dos Estados Unidos em Bagdá, no Iraque.
Soleimani, considerado o segundo homem mais importante do país, era chefe da força Quds, unidade de elite da Guarda Revolucionária iraniana.
“Vocês viram pessoas em muitas cidades aparecerem numerosamente, com devoção. Esperem para ver o funeral dele. Essas bênçãos estão diante de nós para [que possamos] ver o valor do martírio. Que bênção para o Hajj Qasem. Ele alcançou seu sonho”, declarou Khamenei no Twitter.
Initial plugin text
Em seguida, ele publicou uma foto em que aparece com a filha de Soleimani, e disse, dirigindo-se a ela, que “todo mundo está enlutado e agradecido ao seu pai. Essa gratidão se deve à grande sinceridade dele, pois os corações estão nas mãos de Deus. Sem sinceridade, o coração das pessoas não estaria com ele assim. Que Deus conceda Suas bênçãos a todos nós”.
Ali Khamenei com a filha de Qassem Soleimani neste sábado (4).
Reprodução/Twitter Khamenei.ir
Khamenei e o presidente do Irã, Hassan Rouhani, prometeram vingança na sexta-feira (3) pela morte de Soleimani.
“Sua obra e seu caminho não vão parar aqui e uma vingança implacável espera os criminosos que encheram as mãos com seu sangue e a de outros mártires”, afirmou o aiatolá Khamenei.
“O martírio de Soleimani tornará o Irã mais decisivo para resistir ao expansionismo americano e defender nossos valores islâmicos. Sem dúvida, o Irã e outros países que buscam a liberdade na região se vingarão”, afirmou o presidente Rouhani.
Neste sábado (4), dezenas de milhares de pessoas acompanharam o funeral do general iraniano em Bagdá.
Initial plugin text
.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui