Justiça da Índia condena quatro à morte por estupro e assassinato de estudante de 23 anos




Os quatro homens estupraram, torturaram e mataram uma estudante de fisioterapia de 23 anos. O crime fez com que a população da Índia fizesse grandes demonstrações. Manifestante faz memorial com velas para marcar o primeiro ano da morte da vitima de estupro e assassinato de Nova Delhi, em 16 de dezembro de 2013
Adnan Abidi/Reuters
Quatro homens foram condenados nesta terça-feira (7) à morte pelo estupro coletivo de uma mulher em Nova Délhi, na Índia, em 2012, em um ataque que ficou conhecido no mundo inteiro.
‘Eles não se arrependem’, diz cineasta sobre estupro coletivo na Índia
Eles vão ser enforcados no dia 22 de janeiro. A Justiça indiana já havia determinado que eles eram culpados em 2013.
Os quatro homens estupraram, torturaram e mataram uma estudante de fisioterapia de 23 anos. O crime fez com que a população da Índia fizesse grandes demonstrações.
Os parlamentares, então, aprovaram leis mais duras contra violência sexual, incluindo a pena de morte para alguns casos de estupro, mas a implementação dessas regras não têm sido efetiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui