Padilha sai em defesa de médicos cubanos e dispara “Terrorista és tu, Bolsonaro”; VEJA!

Alexandre Padilha, respondeu ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), que afirmou, nesta segunda-feira (6), que entre os médicos cubanos que participaram do programa Mais Médicos, havia “um montão de terrorista”.

De acordo com Padilha, os médicos cubanos são “profissionais que só levaram cuidado, compromisso e amor às populações mais vulneráveis”. O ex-ministro diz ainda que “terrorismo é o que o sr. Jair Bolsonaro faz com nossa população. Terrorista é quem enaltece a violência para seus fins odiosos”, disse.

- Publicidade -

Bolsonaro comentou o caso em referência ao ataque norte-americano nas proximidades do aeroporto de Bagdá, no Iraque, que matou o general iraniano Qassem Soleimani.

“Nós não aceitamos o terrorismo. Não interessa o lugar do mundo em que ele venha a acontecer”, afirmou Bolsonaro.

“Se tiver qualquer terrorista no Brasil, a gente entrega. É por aí. Assim como entregamos o Battisti. Entregamos não, o Battisti viu que ia eu ia entregá-lo e fugiu. Assim como os cubanos médicos, entre aspas, saíram antes de eu assumir. Sabiam que eu ia pegar os caras. Um montão de terrorista no meio deles”, completou Bolsonaro.

Click Política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui