Aéreas suspendem voos para Irã e Iraque




Lufthansa e Air France anunciaram suspensão por tempo indeterminado. Aviões da Air France no Aeroporto Charles-de-Gaulle em Roissy, perto de Paris, na França, em foto de 26 de agosto de 2018.
Christian Hartmann/Reuters
As companhias aéreas Air France e Lufthansa cancelaram por tempo indeterminado seus voos para os espaços aéreos iraniano e iraquiano, algumas horas após ataques do Irã às bases de Aïn al-Assad e Erbil, no Iraque, usadas por soldados americanos.
“Por medida de precaução e diante do anúncio de ataques aéreos em curso, a Air France decidiu suspender, até nova ordem, qualquer voo sobre os espaços iraniano e iraquiano”, disse um porta-voz da empresa, procurado pela AFP.
“Os planos de voos são ajustados em tempo real em função das decisões das autoridades francesas e regionais, no mundo todo, com o objetivo de garantir o mais alto nível de segurança dos voos”, explica a companhia.
No mesmo sentido, a companhia alemã Lufthansa anunciou a suspensão, “até nova ordem”, de seus voos para Irã e Iraque. De acordo com a empresa, contornar as zonas aéreas iraniana e iraquiana terá “um impacto sobre a duração” de outros voos.
Desde ontem à noite, a Agência Federal de Aviação americana (FAA) proibiu aviões civis americanos de sobrevoarem o Irã e a região do Golfo, na esteira dos últimos ataques.
Resumo dos acontecimentos:
mais de 12 mísseis foram lançados pelo Irã contra 2 bases no Iraque que abrigam forças americanas e iraquianas
o Pentágono confirmou o ataque, o Irã assumiu a responsabilidade e ameaçou realizar ataques dentro dos Estados Unidos se os americanos revidarem a ofensiva
a ação é vingança pelo assassinato do general iraniano Qassem Soleimani
houve relatos iniciais de vítimas iraquianas, que não foram confirmados
Trump não falou publicamente, mas reagiu no Twitter com um post em que afirma que “está tudo bem”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui