Oito paramilitares iraquianos morrem em ataque aéreo na Síria




Um avião não identificado disparou contra veículos e paióis de armas em uma região da Síria perto da fronteira com o Iraque. Manifestantes na Síria fazem protesto contra a morte do general iraniano Qassem Soleimani, em 7 de janeiro de 2020
Reprodução de vídeo/AFP
Oito combatentes de Hashd al-Shaabi, uma coalizão de paramilitares iraquianos dominada por forças pró-Irã, morreram no leste da Síria, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) nesta sexta-feira (10).
“Um avião não identificado disparou contra veículos e paióis de armas na região de Bukamal (fronteiriça com Iraque), provocando uma importante explosão. Pelo menos oito combatentes do Hashd morreram” na quinta (9) à noite, acrescentou o diretor desta ONG, Rami Abdel Rahman.
Um porta-voz da coalizão internacional liderada por Washington e estacionada no Iraque e na Síria negou qualquer envolvimento com o episódio.
Desde quarta-feira (8), três localidades da região de Bukamal, onde ficam as forças pró-Irã, foram atacadas por disparos de drones não identificados, segundo Abdel Rahman.
Este último bombardeio noturno aconteceu em um contexto de crescentes tensões no Oriente Médio, uma semana depois da morte do general Qassem Soleimani em um ataque americano perto de Bagdá.
No final de 2019, um bombardeio americano no Iraque matou 25 combatentes do Hashd, da facção Kataeb Hezbollah. Partidários do Hashd logo assumiram a autoria do assalto à embaixada dos Estados Unidos em Bagdá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.