Trump envia mensagem de aniversário a líder da Coreia do Norte




Acredita-se que Kim faz aniversário em 8 de janeiro, mas o sigiloso regime norte-coreano nunca confirmou a data. O governo dos EUA lista o ano de nascimento de Kim como 1984, o que significaria que ele faz 36 anos em 2020. Donald Trump e Kim Jong-Un deram alguns passos, juntos, no território da Coreia do Norte, em junho de 2019
Kevin Lamarque/Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desejou um feliz aniversário ao líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, disse o assessor de segurança nacional sul-coreano, Chung Eui-Yong, nesta sexta-feira (10).
Chung, que se encontrou com Trump em Washington nesta semana, disse a repórteres que recebeu uma mensagem para passar à Coreia do Norte e que esta foi entregue na quinta-feira (9).
“O dia em que nos encontramos era o aniversário de Kim Jong-un, e o presidente Trump lembrou disso e me pediu para entregar a mensagem”, contou Chung ao chegar de volta à Coreia do Sul.
Acredita-se que Kim faz aniversário em 8 de janeiro, mas o sigiloso regime norte-coreano nunca confirmou a data. O governo dos EUA lista o ano de nascimento de Kim como 1984, o que significaria que ele faz 36 anos em 2020.
Chung não disse se se tratou de uma mensagem por escrito ou se esta continha algo além de votos de feliz aniversário.
Coordenação estreita
Na quarta-feira (8), Chung também se reuniu com o enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Biegun, e “reafirmou a coordenação estreita entre EUA e RC sobre a Coreia do Norte”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Morgan Ortagus, usando as iniciais do nome oficial da Coreia do Sul, República da Coreia.
Os dois também debateram acontecimentos recentes no Oriente Médio e sua coordenação em questões de segurança global.
A ministra das Relações Exteriores sul-coreana, Kang Kyung-wha, se encontrará com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, na Califórnia na semana que vem, assim como seu colega japonês, Toshimitsu Motegi, e as relações entre Coreia do Norte e Coreia do Sul e Japão terão prioridade na pauta.
Na terça-feira (7), o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, disse que existe uma necessidade urgente de maneiras práticas para melhorar os laços com Pyongyang, acrescentando que está disposto a se encontrar com seu líder recluso em solo norte-coreano.
Veja abaixo vídeo sobre anúncio da retomada de testes nucleares pela Coreia do Norte.
Coreia do Norte anuncia volta dos testes com armas nucleares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui