Tempestades de inverno nos EUA deixam mortos e milhares sem energia




Pelo menos nove pessoas já morreram. Cerca de 200.000 residências e empresas estavam sem energia elétrica em sete estados norte-americanos. Tempestades de inverno causaram destruição em Louisiana
Associated Press
Pelo menos nove pessoas morreram, mais de 1.000 voos foram cancelados apenas em Chicago e milhares de pessoas estavam sem energia elétrica em sete estados por causa de tempestades de inverno que despejavam neve, chuva e granizo do Texas a Michigan neste sábado (11).
Rajadas de vento com força de furacão, pedras de granizo do tamanho de bolas de golfe e entre 5 a 13 centímetros de neve caíram na noite de sexta-feira e no início do sábado, informaram os meteorologistas do Serviço Nacional de Meteorologia (NWS).
“O verdadeiro perigo vem do vento e do acúmulo de gelo”, disse o meteorologista Bob Oravec, do Centro de Previsão Meteorológica da NWS em College Park, Maryland. “O gelo e o vento tornarão a condução traiçoeira, e as árvores podem quebrar, derrubar a energia e causar outros danos”, acrescentou.
Duas pessoas morreram quando a tempestade destruiu um trailer no noroeste da Louisiana na sexta-feira, de acordo com a polícia local. A mídia relatou que uma terceira pessoa morreu depois que uma árvore caiu em uma casa no mesmo Estado.
Tempestades de inverno causaram destruição em Louisiana
Associated Press
Uma quarta pessoa morreu na sexta-feira devido às tempestades quando um carro saiu da estrada e caiu em um riacho em Dallas, informou a NBC.
Um bombeiro e um policial morreram depois que um carro deslizou numa rodovia interestadual no momento em que eles investigam um acidente de trânsito. Mais três mortes foram registradas em Alabama.
Cerca de 200.000 residências e empresas estavam sem energia elétrica no Texas, Louisiana, Mississippi, Arkansas, Tennessee, Illinois e Michigan na tarde de sábado, de acordo com o site de rastreamento PowerOutage.us.
A maior parte dos atrasos e cancelamentos de voos no país atingiu o Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago, com mais de 1.000 voos cancelados e centenas mais atrasados na tarde de sábado, de acordo com flightaware.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.