Vulcão entra em atividade nas Filipinas e milhares de pessoas são retiradas




Os sismólogos filipinos registraram movimentos de lava no Taal, cerca de 65 km ao sul de Manila, a capital do país. Pessoas tiram fotos de uma explosão freática do vulcão Taal, nas Filipinas, em 12 de janeiro de 2020
Bullit Marquez / AFP
Um dos vulcões mais ativos das Filipinas, localizado perto da capital Manila, expeliu uma enorme nuvem de cinzas neste domingo, e milhares de moradores foram retirados da área por precaução, disseram as autoridades.
Os sismólogos filipinos registraram movimentos de lava no Taal, cerca de 65 km ao sul de Manila.
Mapa com a localização de Taal, nas Filipinas, e de Manila, a capital do país
G1
Uma erupção pode ocorrer “dentro de alguns dias ou semanas” se essa atividade continuar, disse à AFP Renato Solidum, chefe do Instituto de Vulcanologia e Sismologia das Filipinas. A última erupção do Taal data de 1977, acrescentou.
Uma coluna de cinzas de um quilômetro de altura era visível e barulhos audíveis nas proximidades deste vulcão.
Mais de 2.000 moradores que vivem na ilha onde o Taal está localizado, no meio de um lago, foram evacuados como medida de segurança, segundo as autoridades locais.
Os moradores de uma ilha vizinha também podem ser evacuados se a situação piorar, disse Solidum.
O arquipélago das Filipinas está localizado no chamado “anel de fogo” do Pacífico, onde as placas tectônicas colidem, causando terremotos e atividade vulcânica regulares.
Em janeiro de 2018, dezenas de milhares de pessoas tiveram que ser evacuadas devido a uma erupção do Mont Mayon, na região central de Bicol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui