Democratas escolhem comissão que vai ser responsável por apresentar impeachment de Trump no Senado




Adam Schiff, o presidente do comitê de inteligência da Câmara dos Deputados, será o líder do time de sete pessoas que vai apresentar o impeachment no Senado. Adam Schiff e Nancy Pelosi durante entrevista coletiva em Washington, em 2 de outubro de 2019
Jonathan Ernst/Reuters
Adam Schiff, o presidente do comitê de inteligência da Câmara de Deputados dos Estados Unidos, será o líder do time de sete pessoas que vai atuar como promotor do impeachment contra Donald Trump no Senado.
O anúncio foi feito pela presidente da Câmara, Nancy Pelosi, nesta quarta-feira (15).
Schiff foi nomeado o principal responsável para o processo em uma resolução da Câmara dos deputados que deve ir ao plenário ainda nesta quarta-feira (15).
A nomeação da equipe de representantes que vão ser os responsáveis pelo caso deverá ser votada entre 12h30 e 13h30 de Washington (14h30 e 15h30 de Brasília, respectivamente), depois de um breve debate.
Pelosi e essa comissão deverão fazer uma comissão por volta de 17h (19h de Brasília), e os sete, então, caminhar até o Senado para entregar as acusações.
Novos documentos apareceram
Pelosi e os democratas querem que novas testemunha sejam ouvidas na tramitação do processo de impeachment no Senado –especialmente John Bolton, que foi assessor de segurança de Trump.
O Senado, no entanto, é dominado pelo Partido Republicano, o mesmo de Trump, e o líder Mitch McConnell já deu declarações em que afirmou que está alinhado com o governo.
Novos documentos, revelados pela Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (15) favorecem os democratas. São mensagens, cartas e notas de Lev Parnas, um parceiro de Rudolph Giuliani, o advogado pessoal de Trump.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.