Presidente interina da Bolívia pede a renúncia de ministros




Em comunicado, Jeanine Áñez fala em ‘ajustes na equipe de trabalho do órgão executivo’; ela anunciou candidatura. Presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, concede entrevista coletiva em La Paz neste sábado (23)
Jorge Bernal/AFP
A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, pediu a renúncia de todos os seus ministros para enfrentar “uma nova etapa em seu governo”, que começará com a apresentação de candidatos a eleições de 3 de maio. Áñez anunciou sua candidatura ao cargo.
O anúncio acontece após a ministra da Comunicação da Bolívia, Roxana Lizárraga, renunciar neste domingo por rejeitar a decisão da presidente interina de concorrer às eleições. “Apresento minha renúncia irrevogável”, disse em carta.
Lizárraga disse ainda que o governo de Áñez “perdeu seus objetivos” e “começou a sofrer os mesmos males do ‘masismo’ (como é chamado o partido Morales) que combatemos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.