Coronavírus: chineses improvisam com garrafas plásticas em meio a escassez de máscaras




Quarentena por coronavírus mudou radicalmente a vida de milhões de chineses; até cachorros ganham máscara com copo de papel. Algumas máscaras improvisadas não fornecem proteção adequada e podem representar outros riscos à segurança de quem as usa
Getty Images/via BBC
Em 2003, no auge do surto da Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave), autoridades usaram sprays com água sanitária para desinfetar o transporte público. Era um esforço para combater a misteriosa doença e também para mostrar à população que algo estava sendo feito. Os resultados da iniciativa foram visíveis. Sem saber da medida, usuários do transporte se levantavam dos assentos com suas calças clareadas pela mistura desinfetante.
Coronavírus: o que se sabe sobre o novo vírus que surgiu na China
Desta vez, a criatividade está por conta dos próprios cidadãos chineses.
Máscaras sempre foram itens disputados na China. São usadas não apenas para impedir a transmissão de vírus em meio a infecções, como as de gripe, como para se proteger da poluição e até mesmo para manter a maquiagem intacta.
Mulher usa uma garrafa de água plástica com um recorte para cobrir o rosto em uma tentativa de se proteger da contaminação por coronavírus, em Hong Kong, nesta sexta-feira (31)
Anthony Wallace / AFP
Com estoques esgotados por conta da grande procura em meio ao surto de coronavírus, muitos estão recorrendo a ideias pouco convencionais. Garrafas pet de tamanho grande com a base cortada viram uma espécie de máscara adicional. E copos de papel ganham furos e viram máscaras para cachorros.
Em Xiamen, uma cidade a mil quilômetros ao sul de Wuhan, autoridades começaram uma loteria online em que o prêmio é uma cobiçada máscara. A ideia é evitar as longas filas que vinham se formando em meio à escassez do produto.
Coronavírus: sintomas, risco no Brasil e tudo o que se sabe até agora
“Nunca pensei que minha primeira vez jogando na loteria seria para ganhar uma máscara!”, disse um morador de Xiamen no site Weibo.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a eficácia das máscaras é apenas parcial uma vez que a vedação nem sempre é perfeita e o vírus consegue penetrar os “poros” da maior parte dos modelos. As máscaras convencionais também deixam os olhos expostos, o que pode propiciar a contaminação. Lavar as mãos com frequência ainda é a medida mais recomendada.
Entre outras medidas criativas, está o uso de palitos de dente dentro de elevadores com outra finalidade igualmente higiênica A ideia é usar o palito para tocar o painel de controle do elevador evitando o contato direto dos dedos com a superfície dos botões.
Como parte das medidas impostas pela quarentena, está a permissão para que apenas uma pessoa de cada domicílio possa sair para comprar, por exemplo, comida.
Restaurantes e supermercados, por sua vez, já criaram serviços de entrega em que encomenda é deixada em locais determinados para evitar o contato entre o entregador e o cliente.
Initial plugin text

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.