Alckimin diz que Temer tem que “convencer” e cutuca presidente

0

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), falou nesta quarta-feira (5), sobre a proposta de Michel Temer, para as reformas, trabalhista, tributária e política. Ele acredita que o presidente tem que ‘convencer’ mais acerca das propostas, mesmo tendo maioria no Congresso.

Segundo o Estado de S. Paulo, na avaliação do governador, Temer corre o risco de “usar o cacife” político para aprovar a emenda constitucional (PEC) que fixa um teto para as despesas federais, e depois não conseguir maioria para as demais mudanças.

“Sou favorável á PEC, os gastos de pessoal, custeio e investimento não podem crescer mais que a inflação. Se crescer de um lado, tem que diminuir de outro. Mas eu faria primeiro as reformas. Se aprovar a PEC e não aprovar as reformas, a PEC pode não ser exequível. Fica difícil usar o cacife para aprovar a PEC e depois (aprovar) as reformas mais importantes, previdenciária, simplificação trabalhista, tributária e a redução do número de partidos”, disse o tucano.

“O momento é esse, o ambiente político é favorável. É um governo novo, Michel Temer está começando e quem teve dois terços para aprovar o impeachment (no Congresso) tem maioria para aprovar as reformas. Agora, precisa convencimento”, disse Alckmin em entrevista à Globonews.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS SEUS AMI

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.