ANÁLISE: Lula aumentou vantagem pela 4° vez seguida, diz pesquisa

0

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (12) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está na liderança em todos os cenários de primeiro turno da disputa pelo Palácio do Planalto em 2018. Esta é também a quarta pesquisa Datafolha consecutiva em que o índice de rejeição ao ex-presidente, que vive uma caçada jurídica e midiática já denunciada em cortes nacionais e internacionais, insiste em cair.

De acordo com os números divulgados pelo instituto de pesquisa, o ex-presidente cresceu em todos as simulações eleitorais apresentados pelos pesquisadores.

Em um cenário contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), Lula teria 25% das intenções de voto e o tucano, 11%. Com esse resultado, o mineiro fica atrás também da ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade), que aparece com 15% das intenções.

Já contra Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, Lula tem 26%. Lula também venceria em todos os cenários de segundo turno, com exceção de uma eventual disputa com Marina Silva. Nesta simulação, a ex-senadora teria 43%, contra 34% do petista.

Marina Silva, aliás, venceria qualquer candidato no segundo turno, seja Lula ou qualquer tucano com sonhos presidenciáveis. Isso se explica pelo índice de rejeição da filiada da Rede, e trata-se de um dado que não sofreu nenhuma alteração desde o início do ano, segundo o mesmo Datafolha.

Ainda assim, foi por este número (“Marina Silva é líder em todos os cenários de 2º turno, aponta Datafolha“) que o Datafolha treve a sua pesquisa exibida nos veículos de comunicação pertencentes ao Grupo Folha.

A reportagem da Folha que acompanha a divulgação dos números, aliás, em nenhum momento informa que este é o quarto levantamento seguido que Lula vem subindo nas pesquisas, nem que sua rejeição vem sistematicamente caindo desde janeiro de 2016, em que pese a disposição do Ministério Público Federal em produzir denúncias contra Lula, e a disposição dos meios de comunicação de dar publicidade a tais denúncias a todo custo, ao mesmo tempo em que esconde dados produzidos por seus próprios institutos de pesquisa.

Apartamento do Guarujá

É assim que age não só a Folha, mas todos os veículos de comunicação pertencentes às tradicionais famílias da imprensa brasileira. É assim que agem não só em relação a pesquisas eleitorais, mas todo e qualquer assunto ligado ao ex-presidente Lula. Se a notícia é favorável ao presidente honra do PT, esconde-se o fato.

Nesta segunda-feira, por exemplo, duas novas testemunhas de acusação do MPF-PR (Ministério Público Federal do Paraná) desconstruíram em depoimento feito a Sérgio Moro, a tese de que Lula é ou já foi dono de um apartamento triplex no Guarujá. O que cada testemunha disse pode ser lido aqui e aqui.

Já a grande imprensa não achou que o depoimento das testemunhas de acusação, que são contrários à tese de quem as chamou ao processo (o MPF-PR), são a coisa mais importante que ocorreu nos processos nesta segunda. Eles preferiram dar destaque ao foto de Moro ter gritado com os advogados de Lula, em nova desavença entre a Defesa e o juízo, que deveria ser imparcial. Pode-se ler aqui e aqui. Caso queira ouvir o inteiro teor dos depoimentos e tirar sua própria conclusão sobre o que houve de mais importantre, clique aqui para ter acesso à integra.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.