Assessores de Geddel continuam comandando Ministério; VEJA!

0

O ministro Antonio Imbassahy (PSDB), que assumiu a Secretaria de Governo, admitiu neste domingo (5) ao blog da jornalista Andréia Sadi que pode manter na pasta, responsável pela articulação política, os auxiliares de confiança do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

“Estou avaliando. Tudo que eu for resolver discutirei antes com o presidente. O critério é: se for técnico, vai ficar. Estou tomando pé, passei o final de semana analisando a estrutura do ministério”, afirmou Imbassahy, segundo o G1.

A demissão dos auxiliares de Geddel começou a ser defendida pelos tucanos logo quando Geddel entrou na mira da Polícia Federal. O motivo era a ligação deles com os peemedebistas investigados. O partido de Temer, no entanto, quer mantê-los.

Segundo Sadi, os assessores são Ivany dos Santos, influente do PMDB na Câmara, e Carlos Henrique Sobral, que foi assessor especial de Cunha.

“Eles são muito queridos no PMDB”, admitiu Imbassahy.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.