Ator da Globo vai processar Temer por ataques do governo federal que envolve Reforma da Previdência; ENTENDA!

1

O ator Wagner Moura estuda mover uma ação contra o governo federal após ser atacado pela equipe de comunicação da Presidência em um vídeo feito como réplica ao que o artista participa como narrador, criticando a reforma da Previdência.

Segundo o site Poder360, Wagner conversa com seus advogados sobre um possível processo contra a produção do vídeo publicado pelo governo, que diz que o “O MTST contratou um ator para inventar uma ficção sobre a reforma da Previdência”. Entretanto, no primeiro vídeo, o que critica a reforma e tem o ator como narrador, Moura narra a peça e diz que não recebeu nenhuma quantia pelas gravações.

A assessoria de imprensa do protagonista da série “Narcos” diz que ele “participou voluntariamente da mobilização”, ao contrário do que diz o governo Temer.

Confira abaixo a nota enviada à imprensa pela assessoria do artista:

“Wagner Moura esclarece que diferentemente do que foi dito no vídeo publicado pelo governo federal em suas redes sociais no dia 14 de março, ele não foi contratado pelo MTST para vídeo contra a proposta de reforma da previdência. Wagner participou voluntariamente da mobilização, pois ao contrário do que diz o vídeo do governo, acredita que essa reforma representa mais um enorme prejuízo aos direitos dos trabalhadores brasileiros.”

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Sandra Diz

    Vamos juntos Wagner! 👏👏👏👏👏
    Todo os brasileiros e até os estrangeiros estão revoltados com esse presidente Temer, que dá jantares de bilhões, festas bilionárias. … com os impostos do povo brasileiro, e anda vem falar de crise! ?’ Golpista, corrupto. … ele quer escravizar o povo brasileiro. Ele tem que fazer crescer o país pois quem deposita no inss são os empresários e autônomos. Eu como autônoma pagava, não pago mais! É um estupro aos direitos do povo, um absurdo, uma sacanagem. … esse sacana safado presidente que já tá aposentado.que essa reforma sirva pra ele tb voltar a trabalhar mais 30 anos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.