Com muita pressão na cadeia, Eike analisa uma futura delação

0

Defesa de Eike diz que a colaboração premiada é um caminho analisado para o empresário que está preso em Bangu, embora a defesa diz ser “prematuro” falar no acordo, de acordo com reportagem da Folha.

Em uma eventual delação, há muitas explicações a serem dadas sobre a relação de Eike com o ex-governador do Rio Sergio Cabral, também preso em Bangu. Outros delatores já citaram as empresas do grupo X e o empresário no esquema de corrupção da Petrobras investigado na Lava Jato.

Réu na Justiça do Rio, Eike é acusado de ter pago US$ 16,5 milhões a Cabral. A suspeita é de que ele possa ter recebido em troca, por parte do governo do Rio, licenças, desapropriações e outros atos para viabilizar a construção dos portos do Açu e de Itaguaí e a concessão do Maracanã, que Eike levou em parceria com a Odebrecht.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.