Coordenador da Lava Jato prevê 350 novas investigações na operação

0

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos coordenadores da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, afirma que até 350 novos inquéritos serão gerados a partir do conjunto de 77 delações premiadas de executivos da empreiteira Odebrecht. As informações são do site da revista Veja e da agência Reuters.

Na última terça-feira (14), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de 83 novas investigações com base nos depoimentos, ainda sob sigilo. Janot solicitou, ainda, que outros 211 casos em potencial sejam enviados a instâncias inferiores.

Lima afirma que as delações atingem grandes nomes do Executivo e do Legislativo, além de governadores de estados. “Eu diria que, entre os casos que vão ao Supremo e os que ficam aqui em Curitiba, eu calcularia que em torno de até 350 novas investigações vão começar”, calcula ele.

As investigações também devem chegar a países que, no momento, não investigam os esquemas de corrupção da Odebrecht. “Agora vai ficar sem nenhuma dúvida o grau de extensão da corrupção no sistema político brasileiro em todos os níveis, isso vai ser colocado à vista de todos”, afirmou Lima.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.