CRISE: Cunha esculacha Moreira, “Raposa no galinheiro”; VEJA!

0

Assim que retornar da cúpula dos BRICs, em Goa, o presidente Michel Temer terá uma crise de grandes proporções para administrar.

Neste sábado, seu assessor Moreira Franco, que toca seu programa de privatizações e atração de investimentos, foi acusado por um delator da Odebrecht de cobrar R$ 3 milhões, como propina e não como doação eleitoral, para sabotar o projeto de um aeroporto, em São Paulo, que concorreria com o Galeão (leia mais aqui).

Por meio de nota, Moreira Franco rebateu o delator e disse que a acusação é uma “mentira afrontosa” (leia aqui).

A novidade, no entanto, foi a entrada de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na polêmica. Responsável pelo golpe parlamentar de 2016, e conhecedor de muitos dos segredos de Temer, Cunha exigiu a cabeça de Moreira. Nas redes sociais, ele afirmou que sua permanência no governo é insustentável e disse ainda se tratar de uma “raposa no galinheiro”.

Réu na Lava Jato, num inquérito no Paraná, nas mãos do juiz Sergio Moro, e outro em Brasília, no Supremo Tribunal Federal, Cunha prepara um livro em que promete contar todos os bastidores do golpe.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.