DEFESA DISPARA: Moro tenta legitimar perseguição a Lula e se dará mal por isso; CONFIRA!

1

O advogado Cristiano Zanin Martins, um dos responsáveis pela defesa de Lula, afirmou em entrevista ao Portal Vermelho, que os processos movidos contra o ex-presidente e as ilações midiáticas têm o objetivo de “dar uma aparência de legitimidade à perseguição política existente”.

Por Dayane Santos

“É inaceitável que qualquer agente do Estado ou qualquer veículo de imprensa dispense esse tratamento a Lula ou a qualquer outro cidadão. Essa situação acaba por sepultar uma garantia fundamental: a presunção de inocência. Lula, evidentemente, não está tendo direito a um julgamento justo ou legitimo”, frisou Zanin.




Advogado formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e professor de direito civil e processual civil, Zanin tem uma rotina intensa de atividades. Além das questões processuais, o advogado tem que enfrentar um dos principais instrumentos da Lava Jato: a mídia.

“Operações como a Lava Jato, com vazamentos seletivos permanentes e abusos na aplicação da lei são um prato cheio para setores da imprensa. Os veículos não precisam ir atrás da notícia. Elas chegam o tempo todo já formatadas para serem divulgadas”, explica Zanin.

A estratégia de produzir informação sem compromissos com a verdade, cuja única finalidade é garantir a execração pública do suposto autor do fato delituoso, é assumida pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância. Em artigo publicado pela revista do Centro de Estudos Jurídicos, Moro defende a substituição do Judiciário pela opinião pública como forma de satisfazer a punição judicial.

“Esses veículos acabam se aliando a agentes do Estado, transformando-os em deuses ou em protagonistas de ‘novela’”, destaca Zanin. Sobre a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal do Paraná e aceita pelo juiz Moro, o advogado é enfático: “Nenhuma prova. Só convicções”.

Evidenciando o estado de exceção, Zanin enfatiza que como advogado não tem sido uma tarefa fácil fazer a defesa, porque “muitas vezes, buscam transformar os legítimos questionamentos jurídicos que apresentamos em tentativa de atrapalhar investigações e a evolução dos processos”.

E reafirma: “Continuaremos mostrando todos os abusos perpetrados e manejando os instrumentos jurídicos cabíveis para impugná-los”.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Robson Diz

    existe uma diferença abissal entre lula e cunha, primeiro que cunha tem provas irrefutaveis contra ele, ja lula só tem convicções e ilações. Segundo, cunha foi abandonado pelos seus aliados, enquanto isso lula tem uma militancia pra protege-lo e se necessario fazer esse paiseco de merda pegar fogo!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.