Delação da Odebrecht tem mais de mil páginas e cita 256 atos ilegais

0

O conjunto de delações de executivos da Odebrecht tem 1.048 páginas e menciona 256 casos de condutas ilícitas cometidas por funcionários da empresa. Apenas o índice do documento tem 11 páginas.

“Não há qualquer dúvida sobre a extensão e a relevância da colaboração a que se dispõe a empresa, restando, assim, preenchido um dos principais requisitos – se não o principal – para a homologação de um acordo de leniência”, diz o MPF.

Os dados constam em documento do Ministério Público Federal que foi publicado na sexta-feira (20). As informações são do blog de Matheus Leitão, do G1.

No texto, o Ministério Público informou à Justiça do Paraná que a 5ª Câmara de Coordenação e Revisão homologou o acordo de leniência da Odebrecht, trazendo efeitos para as ações cíveis.

Quanto às ações penais, o acordo de leniência ainda depende, no entanto, da homologação do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos julgamentos de primeira instância da Lava Jato.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.