Delcídio depõe e cassação de Temer pode acontecer em 2017

3

O ex-senador Delcídio Amaral depôs ontem na ação movida pelo PSDB, que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral.

Segundo reportagem da Agência Estado, o senador cassado disse ter certeza de que recursos oriundos de propina abasteceram a campanha da chapa Dilma/Temer em 2014 e que seria pouco provável que a petista não tivesse conhecimento do esquema. Ainda de acordo com Delcídio, a maior parte do dinheiro desviado de Belo Monte teria ido para o PMDB, presidido à época por Michel Temer.

Esta ação no TSE é uma espada sobre a cabeça de Temer, uma vez que Dilma já foi afastada e é ele quem também pode cair, caso não implemente o programa ultraliberal que vem sendo exigido pelos tucanos.

Se o processo vier a ser julgado ainda em 2016, o Brasil terá novas eleições diretas. Se ficar para 2017, o Congresso elegeria um novo presidente pela via indireta.

Na semana passada, o ministro do TSE, Herman Benjamin, relator das ações que pedem a cassação da chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer, negou o pedido da defesa da petista para realizar perícia complementar nas empresas contratadas pela campanha.

você pode gostar também Mais do autor

3 Comentários

  1. francinaldo ferreira lima Diz

    A cada denuncia do delcídio Amaral tem que aumentar a pena deste ex-senador em cinco (5) anos de prisão, o bandido sabia da propina e não denunciou, cadeia cadeia.

  2. Terezinha Diz

    Pois é, também não gosto de matéria requentada, sensacionalista. Sempre verifico as datas das publicações.

  3. Luciane borges Diz

    Favor colocar data nas publicações!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.