Depois de triplex, Moro quer me dar um terreno, diz Lula

0

O Instituto Lula divulgou uma nota à Folha de S.Paulo nesta quarta-feira (21), após o jornal publicar uma reportagem sobre a delação de três executivos da Odebrecht envolvendo a construção de um imóvel para o instituto, afirmando que a operação atingiu um “grau de loucura” com essa última investigação.

De acordo com a Folha, o título da nota usa um filme de ficção científica, protagonizado por Tom Cruise, para falar sobre o caso: “Lava Jato supera Kafka e Minority Report”.

O texto ainda traz críticas ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. “A Lava Jato abriu um processo contra Lula por ele não ter recebido um terreno, que segundo a operação, seria destinado ao Instituto Lula. A Lava Jato reconhece, porque é impossível não reconhecer, que o terreno não é nem nunca foi do Instituto Lula ou de Lula. É o grau de loucura que a Lava Jato chegou na sua perseguição contra o ex-presidente”, diz a nota publicada também no perfil do ex-presidente no Facebook.

A defesa do ex-presidente ainda diz que o juiz federal aceitou a denúncia com a intenção de “gerar manchete”.

“E o juiz Sérgio Moro aceita uma denúncia absurda dessas em poucos dias, porque o importante é gerar manchete de jornal e impedir Lula de ser candidato em 2018”, diz o texto.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.