Deputada faz chacota da foto de Aécio e Moro juntos; VEJA!

0

Maria do Rosário (RS) ironizou o juiz Sérgio Moro, responsável pela condução da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, em primeiro instância jurídica, após o magistrado comparecer a um evento que também contou com a presença do presidente Michel Temer, do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do ministro das Relações Exteriores, José Serra.

“Amigos para sempre é o que nó iremos ser, na primavera ou em qualquer das estações”, afirmou ela, postando a foto de Moro conversando com Aécio, megadelatado na Operação Lava Jato.

Dentre as citações estão a do doleiro Alberto Youssef, que apontou Aécio como o mentor intelectual de um mensalão em Furnas, que distribuía mesadas de US$ 100 mil a parlamentares – entre eles, o finado José Janene, que foi sócio de Youssef. Em outra delação, o lobista Fernando Moura afirmou que um terço da propina em Furnas era destinada ao líder da oposição.

O entregador de propinas “Ceará” diz que Aécio era “o mais chato” cobrador das entregas de recursos da empreiteira UTC. Outro delator, o ex-senadora Delcídio Amaral (PT-MS), disse que o tucano recebeu propina no esquema de corrupção em Furnas.

Pelo Twitter, Maria do Rosário cutucou o ministro José Serra. “Serra recebeu 23 milhões em caixa 2 em contas no exterior. Pouco importa. Moro confraterniza com ele em noite de premiações. Amizade é tudo”, disse ela no Twitter. De acordo com reportagem de Bela Megale, a Odebrecht revelou como pagou R$ 23 milhões ao candidato tucano à presidência da República, em 2010, numa conta secreta na Suíça, pelo caixa dois.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.