Líder do PT na Câmara pede urgência na saída de Padilha e lembra que denúncias graves contra ministro só aumentam; SAIBA!

0

Carlos Zarattini, líder do PT na Câmara, pede em nota a demissão imediata de Eliseu Padilha da Casa Civil, depois que ele foi delatado pelo melhor amigo de Temer, José Yunes, que disse ter recebido R$ 4 milhões em seu escritório que seriam do ministro.

Zarattini afirma que Padilha “não reúne mais condições de permanecer no Executivo e precisa ser demitido imediatamente”. O chefe da Casa Civil se licenciou do governo nesta sexta-feira 24 alegando motivo de saúde.

O líder do PT manifesta ainda ‘muita preocupação’ com a indicação do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), um dos maiores defensores de Eduardo Cunha, para o ministério da Justiça.

“Diante da atual crise na segurança pública, o MJ abrigará um parlamentar que não apresenta as credenciais necessárias ao exercício da função”, diz ele no comunicado. Leia na íntegra:

Demissão de Eliseu Padilha é urgente

O ministro Eliseu Padilha não reúne mais condições de permanecer no Executivo e precisa ser demitido imediatamente.
Padilha, o auxiliar mais próximo de Michel Temer, foi envolvido em operação com recursos ilegais. Não se trata de denúncia, mas de prova testemunhal contra ele, que partiu de José Yunes, amigo do presidente.

Yunes confirmou o recebimento de um “pacote” com dinheiro em espécie, do doleiro Lucio Funaro, destinado ao chefe da Casa Civil.
Igualmente, preocupa-nos muito saber que a pasta da Justiça será ocupada pelo deputado federal Osmar Serraglio, um dos defensores dos interesses de Eduardo Cunha na Câmara. Diante da atual crise na segurança pública, o MJ abrigará um parlamentar que não apresenta as credenciais necessárias ao exercício da função.

Brasília, 24 de fevereiro de 2017

Carlos Zarattini
Deputado Federal e líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores (PT).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.