Dias Toffoli deve proferir voto após Renan deixar presidência

0

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar a discussão sobre a possibilidade de réus estarem na linha sucessória da presidência da República apenas em março do ano que vem, quando o presidente do Senado, Renan Calheiros, já terá saído do cargo.

As informaçoes são da coluna Radar On-Line, da revista Veja, desta sexta-feira (4).




Nesta quinta-feira (3), o Supremo inciou a votação, após ação aberta pela Rede. A corte chegou a obter maioria no entendimento de que réus não devem ocupar a linha sucessória.

Luis Fux, Rosa Weber, Edson Fachin, Teori Zavascki e Celso de Mello acompanharam o voto do relator Marco Aurélio Mello. No entanto, o ministro Dias Toffoli pediu vista do processo, e interrompeu o julgamento.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.