Encurralado e sem provas contra Lula, Dallagnol vai pros EUA se reunir com Departamento de Justiça americana

1

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, viaja para os Estados Unidos nessa semana, onde se reunirá com representantes do Departamento de Justiça daquele país no dia 23




A relação entre Brasil e Estados Unidos no âmbito da Lava Jato é um mistério. O Ministério Público Federal não se manifesta respeito alegando que o assunto é sigiloso.

Há suspeita de que a força-tarefa esteja colaborando de modo informal e irregular com autoridades americanas, uma vez que a cooperação de investigação entre países deve ocorrer via Ministério da Justiça, e não diretamente pelo Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Federal, conforme um decreto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.




Caso os investigadores estejam estimulando delatores a colaborar com autoridades americanas, isso seria ilegal. Corre na Justiça americana procedimentos contra a Petrobras. E recentemente, o MP brasileiro ajudou autoridades dos EUA a aplicar multa milionária à Embraer, que compete com a Boeing americana e a Bombardier Canadense no mercado mundial de aeronaves.

Falando Verdades com Brasil 247

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Genilzon Pereira Aires Diz

    É notória a junção das oligarquias infiltradas nos poderes dessa democracia de coronéis a explícita finalidade de denegrir destruír desmoralizar e tirar de cena qualquer um que se atreva a governar baseado na igualdade social. É o preço que o ex-presidente Lula paga por insinuar que o Brasil é de todos os brasileiros que a lei é igual para todos etc etc

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.