Encurralado, Temer recua em reforma ministerial para evitar conflito com aliados

0

O presidente Michel Temer desistiu de fazer mudanças no gabinete ministerial após especulação de ele faria mudanças no primeiro escalão do governo ainda em fevereiro.

As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, desta segunda-feira (2).

De acordo com o jornal, o presidente pretende mudar o comando de alguns dos ministérios, mas evita alterações no momento para fugir de conflitos com a base aliada. O peemedebista teme que uma reforma ministerial comprometeria a votação do pacote de mudanças na Previdência.

“Reforma ministerial nunca foi objeto de discussão em que eu estivesse presente”, afirmou o chefe da Casa Civil, ministro Eliseu Padilha, braço direito de Temer.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.