Ex-ministro da Cultura detona, “A crise no Brasil se chama Temer e só diretas resolverão problema”

0

O ex-ministro da Cultura, Juca Ferreira, afirmou, em entrevista à TV247, que a superação da crise política e econômica no país passa pela realização de eleições diretas, com a participação de todos os partidos e com a presença do ex-presidente Lula.

Para ele a realização de Diretas, “é a única forma para se ter estabilidade”. “Tem que cair a ficha logo, tem que respeitar o presidente Lula. Ele encara o desejo de justiça social brasileira. Ele é hoje mais forte do que Getúlio foi à sua época. Lula é a referência. Tem que trazê-lo para a mesa de conversa. Tem que respeitar o PT”, defende.

Outras duas possibilidades para o país, pontua o ex-ministro, é manter Michel Temer até 2018, como um “um cadáver em sepulto”, ou colocar alguém por eleição indireta pelo Congresso.

Sobre o governo Temer, Juca diz não ter “expectativa”. “É um governo que tem com origem um golpe, baseado na mentira, na calúnia. Deram um golpe em nome da corrupção. A corrupção no Brasil é escritural, é uma forma do capital exercer um domínio e capturar a democracia para seus intereses mesmo quando são dissonantes da maioria que vota nos políticos”, avalia.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.