EXIGENTE: Renan ao deixar presidência do senado pretende ser líder do PMDB e do governo Temer; CONFIRA!

0

Em reunião em que participaram Michel Temer e membros do PMDB e do governo, em sua residência, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) anunciou sua disposição de assumir a liderança do PMDB na Casa, depois da eleição para presidente, em que provavelmente deve passar o cargo atual líder do partido, Eunício Oliveira (CE). “Se a bancada quiser, serei candidato a líder do PMDB”, disse Renan.

Reportagem de Marina Dias deste domingo, 29, mostra que horas antes do jantar com Temer, Renan resolveu ser assertivo e se reuniu com senadores do PMDB, como Marta Suplicy (SP), Rose de Freitas (ES). Edison Lobão (MA), João Alberto (MA) e Katia Abreu (TO), aliada antiga e uma das principais entusiastas de sua candidatura.

Articulação, que também tem o apoio de Eunício Oliveira, assustou o senador Raimundo Lira (PB), que também pleiteia a vaga. A aliados, Lira afirmou ter sido procurado por três senadores que já haviam prometido o voto. O compromisso, no entanto, tinha ganhado condicional: desde que a disputa não fosse com Renan. Lira deve ficar com a presidência da Comissão de Constituição e Justiça.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.