GOVERNO DA CRUELDADE: Secretário de Temer pede mais morte em rebeliões e diz que ainda é pouco; CONFIRA!

0

O secretário da Juventude do governo Michel Temer, fez uma declaração estarrecedora ao comentar o massacre carcerário em Manaus.

Bruno Júlio do PMDB, afirmou categoricamente: “Tinha era que matar mais” se referindo aos últimos episódios ocorridos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, com um saldo de 56 mortos no início do ano.

O secretário Nacional da Juventude do governo Michel Temer, foi mais além nas suas palavras, consideradas bruscas e de incentivo a violência dizendo: “Eu sou meio coxinha sobre isso. Sou filho de polícia né? Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana”.

Segundo as mesmas fontes, o mesmo é filho do ex-deputado cabo Júlio filiado ao PMDB, partido do Presidente da República.

As palavras do secretário Nacional da Juventude, foram criticadas duramente por políticos e líderes de movimentos, que isso demonstra o ódio, a prepotência e a arrogância dos que cercam o atual presidente e que isso demonstra que esse país não tem jeito com os que hoje estão aí a frente do mesmo.

Click Política

Matéria do Jornalista Gil Silva

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.