Jornalista da Folha diz que Transposição de Lula ‘é sucesso’

1

O jornalista Elio Gaspari se rendeu ao sucesso da transposição do São Francisco, obra do ex-presidente Lula, e disse que “as coisas boas também acontecem”, em seu artigo Transposição de águas está em curso, falta transpor a intolerância.

“Desde janeiro, as águas do São Francisco saem do lago da barragem de Itaparica, em Pernambuco, percorrem 222 quilômetros pelo chamado Eixo Leste e entram na Paraíba. Na próxima quinta-feira (9), elas chegarão ao açude de Poções, no município de Monteiro, de onde descerão por gravidade para o reservatório de Boqueirão, que abastece Campina Grande e outras 18 cidades”, diz o jornalista. “Ao contrário do que diziam os adversários do projeto, a transposição das águas do São Francisco não foi ‘a Transamazônica do Lula.”

Ele diz ainda que está será uma obra central na história do País. “Os quilômetros de canais que atravessam o semiárido estarão para Lula assim como Brasília está para Juscelino Kubitschek”, afirma.

Por fim, Gaspari também criticou Michel Temer por ter tentado tirar o mérito de Lula pela obra, dizendo que o projeto começou “há 15 anos”, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – o que é uma mentira (saiba mais aqui).

“Temer esqueceu o nome de Lula e fez uma conta astuciosa. O primeiro projeto de transposição de águas do São Francisco para terras do semiárido é de 1847. Há ’15 anos’ (portanto, em 2002, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso), continuava-se no mundo dos debates e dos projetos centenários. Quem transpôs a ideia para a vida real, arrostando anos de críticas, foi a jararaca petista”, diz ele.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. BÓ LUCENA Diz

    Sugestão construtiva! Lula merece o seu voto em 2018! Não exerce mandato, atualmente; até que seja provado o contrário, no momento, é ficha limpa! Diga não a reeleição, para o mesmo cargo, no voto! É a Paraíba e o Brasil passado a limpo!
    Mandato político não é emprego; é representação popular; não estimule a reeleição para o mesmo cargo (presidente, governador, senador, deputado federal e estadual). Já que a atual classe política não muda as leis, mude você mesmo (a), não votando em quem está no exercício de um mandato, concedido nas últimas eleições; você estará contribuindo para uma alteração profunda nas leis, a partir das eleições de 2018. Com sangues novos, a partir de 2019 é possível mudar as leis, principalmente, a reforma política, o código civil e penal, entre outras, consideradas nocivas à qualidade de vida do povo brasileiro. Seja um eleitor consciente e seguro; pense num futuro melhor para seus filhos, netos, bisnetos e para sociedade em geral. Reflexão e decisão é a solução!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.