ODEBRECHT: Duas novas testemunhas são intimadas para depor na ação que investiga a chapa Dilma- Temer; CONFIRA!

0

O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), intimou mais duas testemunhas da Odebrecht para depor nesta sexta-feira (10) na ação em que investiga eventual abuso de poder político e econômico pela chapa Dilma-Temer na campanha de 2014.

Leonardo Miggliacio e Maria Lúcia Tavares serão ouvidos pelo ministro por vídeoconferência às 16h desta sexta-feira (10), informou o TSE. Os despachos são assinados pelo juiz auxiliar Bruno Lorencini.

Ambos trabalhavam no Departamento de Operações Estruturadas da Odebrecht, que, segundo a Polícia Federal (PF), era um setor oculto no organograma da empresa inteiramente dedicado ao pagamento de propina.

Maria Lúcia Tavares foi presa temporariamente em março do ano passado na Operação Acarajé, 23ª fase da Lava Jato. Segundo as investigações, ela era a secretária responsável pela atualização das planilhas de pagamentos de propina. Documentos foram apreendidos em sua casa.

Na mesma fase da Lava Jato, foi decretada a prisão preventiva de João Santana e de sua mulher, Mônica Moura. Ele foi o marqueteiro responsável pela campanha de Dilma Rousseff em 2014. Os dois foram condenados no mês passado a oito anos e quatro meses de prisão por terem recebido US$ 4,5 milhões em contas no exterior. O dinheiro teria como origem a Odebrecht.

Leonardo Miggliacio, por sua vez, foi preso em fevereiro do ano passado em Berna, na Suíça, tentando encerrar contas ligadas à Odebrecht.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.