OFENSA JUDICIAL CONTINUA: PF indicia Lula por negócio da Odebrecht com sobrinho em Angola

0

Prossegue a ofensiva judicial contra o ex-presidente Lula.

Nesta quarta-feira, ele foi indiciado pela Polícia Federal por corrupção passiva, em razão de contratos de R$ 20 milhões firmados pela Odebrecht com a empresa Exergia, que pertence a seu sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos.

Embora Lula não seja parte da Exergia ou dos contratos realizados em Angola, a PF avalia que os negócios só foram feitos pela Odebrecht em razão do parentesco de Taiguara com o ex-presidente.

A defesa ainda não se pronunciou

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvapelo crime de corrupção em razão de evidências de propina de R$ 20 milhões mascarada em contratos da empreiteira Odebrecht em Angola firmados com a empresa Exergia, cujo sócio era Taiguara Rodrigues, seu sobrinho.

Lula foi indiciado por corrupção passiva, porque a PF concluiu que os contratos de Taiguara só aconteceram em razão do parentesco e das relações da empreiteira com Lula, além dos documentos que citam o próprio ex-presidente no negócio. Seu sobrinho e sete executivos da empreiteira, incluindo Marcelo Odebrecht, foram indiciados por corrupção e lavagem.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.