Padilha ironiza Moreira Franco e diz que o mesmo virou ministro para ter trânsito livre ao exterior

0

Eliseu Padilha, disse que a nomeação de Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência da República, com status de ministro, visou assegurar que ele tenha um trânsito melhor no exterior, já que ele é responsável pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Apesar de reconhecer que o status conferido a Franco confere a ele acesso ao foro privilegiado, Padilha negou que o governo tenha tentado blindar Moreira Franco das investigações da Lava Jato. Franco é citado em diversas delações premiadas de executivos e ex-executivos da Odebrecht.

Em entrevista à CBN, Padilha disse que a situação é diferente da acontecida por ocasião da indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao cargo de ministro-chefe da Casa Civil, pela então presidente Dilma Rousseff, e que foi suspensa no dia seguinte pelo Supremo Tribunal Federal (STF). “Lula não estava no governo (quando foi indicado). Moreira já estava agindo como ministro. Apenas recebe agora o título. É uma grande diferença, sim”, afirmou.

“A Lava Jato não é impedimento para avançar nas reformas. Delações citando membros do governo por si só não provam nada e não trazem instabilidade. Estamos prestigiando a Lava Jato e teremos uma mudança significativa para melhor na forma de fazer política no Brasil”, destacou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.