Peluso deve ser indicado para Justiça, admite Temer

0

Michel Temer tem pedido aos seus assessores mais próximos sugestões de nomes para o Ministério da Justiça, informa o jornalista Lauro Jardim, do Globo, em sua coluna deste domingo.

Uma das possibilidades, de acordo com ele, é o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Cezar Peluso.

A troca na Justiça deve acontecer depois de várias trapalhadas do ministro Alexandre de Moraes, sendo a última, a mais polêmica, o vazamento de informações privilegiadas da Polícia Federal sobre a Lava Jato, que ele nem deveria ter, durante um comício do PSDB no interior paulista.

Moraes fez uma espécie de promessa aos militantes de um movimento chamado Brasil Limpo de que haveria mais Lava Jato naquela semana, e que quando ocorressem, os presentes lembrariam dele.

A declaração ocorreu um dia antes da prisão do ex-ministro Antonio Palocci, que é da cidade onde ocorreu o comício, Ribeirão Preto, e adversário político de quem Moraes fazia campanha, Duarte Nogueira (PSDB).

No dia seguinte, veio à tona o vídeo da declaração do ministro, que ele havia amenizado para Temer em uma conversa por telefone, e ainda a agenda de Moraes, que havia se reunido com a cúpula da PF em São Paulo na sexta-feira.

Temer decidiu mantê-lo no cargo mesmo assim, mas pelo jeito, até conseguir um substituto. Moraes já protagonizou outros deslizes antes da antecipação da Lava Jato, como contradições na coletiva de imprensa sobre uma operação contra o terrorismo e a antecipação de sua própria ida ao governo Temer, quando ele ainda sequer existia.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.