PESQUISA: Recessão do governo Temer aumenta desemprego e preço de aluguel cai

0

Pesquisa Dados do Mercado Imobiliário (DMI) realizada pela Viva Real aponta que o valor médio nominal para o mês de janeiro foi de R$ 23,08/m², queda de 9,10% quando em comparação com o mesmo período do exercício anterior. Segundo o levantamento, este foi o menor valor do aluguel em 12 meses. A queda sobre dezembro foi de 1,4%.

O Rio de Janeiro apresentou maior desvalorização do preço do aluguel em janeiro ao recuar -2,17%. Entre as 10 localidades que apresentaram variação negativa, estão Niterói (-1,96%), São Caetano do Sul (-1,13%), Brasília (-0,89%), Porto Alegre (-0,69%), Campinas (-0,68%), São Bernardo do Campo (0,67%), Curitiba (-0,43%), Belo Horizonte (-0,28%) e Goiânia (-0,22%).
Já as maiores altas foram apontadas em São Paulo lidera a lista com o valor do m² de R$ 35,71 e é seguida por Rio de Janeiro (R$ 32,61/m²), Brasília (R$ 32,14/m²), Santos (R$ 29,10/m²) e Recife (R$ 25,29/m²).

Em relação a compra de imóveis, o DMI – Viva Real destaca que o valor médio do m² para compra foi de R$ 4.837,00 em janeiro, recuo de 0,36% em relação a dezembro do ano passado (R$ 4.854,00). Em comparação com dezembro de 2016, as cidades brasileiras que apresentaram maior valorização no m² para venda entre todas as cidades analisadas foram Vitória da Conquista (2,59%), Jundiaí (0,96%) e Recife (0,64%).

Já entre as que mais desvalorizaram para venda, a lista é liderada por Natal (-1,50%), Rio de Janeiro (-1,50%), Florianópolis (-1,33%), Guarulhos (-1,13%), São Bernardo do Campo (-0,95%), Campinas (-0,86%), Fortaleza (-0,85%), Joinville (-0,84%), Osasco (0,83%) e Ribeirão Preto (-0,53%).

O ranking das cidades com valor de venda mais alto do m² é liderado por Brasília (R$ 8.400,00), Rio de Janeiro (R$ 7.292,00), São Paulo (R$ 6.842,00), Recife (R$ 6.134,00) e Vitória (R$ 5.750,00)

O DMI-Viva Real contempla uma amostra de 30 cidades em diferentes regiões do País e considera mais de 2 milhões de imóveis usados disponíveis para compra ou aluguel.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.