PF ameaça com provas e apadrinhado de Cunha pode cair

0

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço

Os sites de notícias, agora à tarde, apelam para “fontes da Polícia Federal ” que lhes zumbem, como moscardos, que possuem “provas sob sigilo” muito menos frágeis do que aquilo que apresentaram na sexta-feira e que já provocou a suspensão de todos os embarques de carne brasileira para o exterior, praticamente.

“Os investigadores afirmam que ainda há muito material sob sigilo, e que a operação deve ter desdobramentos mais adiante.”, dizem, anônimos, na Folha.

O paradeiro do Ministro da Justiça, em tese o grande chefe – não confundir com o “grande chefe” com que Osmar Serraglio chamava o fiscal corrupto do Paraná já completou 96 horas sem tugir nem mugir.

Ou desapareceu ou a imprensa está desinteressada de lhe perguntar qualquer coisa, como, por exemplo, se de fato foi fazer lobby para que o fiscal Daniel Gonçalves Filho não perdesse o cargo, como confirmou a ex-ministra Kátia Abreu, pelo Twitter.

A única notícia que se tem dele é que, às 18 horas, vai se encontrar com Eliseu Padilha, outro que está enlameado até o pescoço, talvez para ganhar seu bilhete azul.

Não há qualquer controle sobre o que se passa com a meganhagem e um setor importantíssimo da economia brasileira está colocado sob risco.

O que menos importa, neste caso, é cuidar da segurança dos alimentos e da eliminação de pontos de corrupção num sistema de inspeção sanitária que tem nada menos que 65 anos e que veio colocando ordem na bagunça sanitária que sempre foi o comércio de carnes.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.