Prefeito eleito de BH, Alexandre Kalil, diz que não quer dialogo com Aécio, “Vou procurar o governador”,

0

Léo Rodrigues, correspondente da Agência Brasil – Eleito prefeito de Belo Horizonte neste domingo (30), Alexandre Kalil (PHS) declarou, após a confirmação da vitória, que vai procurar todos os partidos para dialogar. Ele fez menção ao governador mineiro Fernando Pimentel (PT), ao presidente Michel Temer (PMDB) e ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Questionado se também procuraria o senador mineiro e atual presidente do PSDB, Aécio Neves, o futuro prefeito da capital desconversou.




“Vamos conversar com todo mundo. Com o PT do governador, com o PSDB e vamos tentar conversar com o Alckmin também. Vamos tentar conversar com lideranças e expoentes de todas as legendas e com o PMDB, de Michel Temer. Nós somos apartidários e queremos levar o meu governo para todos, não interessa de qual partido a pessoa for”, disse. Eleito com 52,98% dos votos válidos, Alexandre Kalil disputou o segundo turno com João Leite (PSDB). O tucano teve 47,02% da preferência do eleitorado.

“Vamos conversar com todo mundo. Com o PT do governador, com o PSDB e vamos tentar conversar com o Alckmin também. Vamos tentar conversar com lideranças e expoentes de todas as legendas e com o PMDB, de Michel Temer. Nós somos apartidários e queremos levar o meu governo para todos, não interessa de qual partido a pessoa for”, disse. Eleito com 52,98% dos votos válidos, Alexandre Kalil disputou o segundo turno com João Leite (PSDB). O tucano teve 47,02% da preferência do eleitorado.




Kalil disse que se sentiu muito ofendido na campanha e chorou algumas vezes antes de dormir, mas não vai guardar mágoas. Ele também afirmou que não tem receio de que seus adversários atuem para inviabilizar seu governo. “Não acredito nisso. A eleição acabou. Eu que fui tão agredido, estou com o coração aberto. Acho que agora é governar para o povo”.

No segundo turno de Belo Horizonte, abstenções (438.968), nulos (230.951) e brancos (72.131) somaram 742.050. Assim como no primeiro turno, este número foi superior à quantidade de votos do candidato mais votado. Kalil obteve 628.050. O futuro prefeito de Belo Horizonte disse que ainda não recebeu nenhum telefonema de João Leite, mas que já foi cumprimentado pelo governador Fernando Pimentel.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.