PRESIDENTE DECORATIVO: Temer cogita mudar ministros para agradar PSDB e Aécio Neves; CONFIRA!

0

A fim de contornar a crise política que atinge o Planalto, o presidente Michel Temer planeja fazer uma reforma ministerial em fevereiro para reconquistar a base aliada.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a ideia é substituir nomes que podem ser comprometidos pelas delações de executivos da Odebrecht e evitar mais desgastes.

O governo tenta evitar que os partidos do chamado ‘Centrão’ deixem de apoiar Temer, num momento em que a oposição propõe no Congresso o impeachment do presidente.

Os ministérios do Trabalho, Saúde e Meio Ambiente devem mudar de comando, ainda de acordo com o jornal. Outra pasta que pode sofrer mudanças é a do Planejamento, reivindicada pelo PSDB.

Um segundo desafio será a manutenção de um nome favorável a Temer na presidência da Câmara. O Centrão se opõe à recondução de Rodrigo Maia ao cargo. Por isso, o Planalto pretende agradar a base com cargos e ministérios para compensar a derrota na Casa.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.