QUASE UNANIMIDADE: Professor da USP sobre Lula, ‘Moro terá trabalho. As provas são muito frágeis’; CONFIRA AQUI!

1

Nessa entrevista exclusiva ao 247, o ex-ministro da Educação do governo Dilma e Professor de Ética e de Filosofia da Universidade de São Paulo, Renato Janine Ribeiro lembra que Lula foi o primeiro presidente brasileiro a colocar o combate à fome e a inclusão social na agenda nacional. “Essa agenda sem inclusão social do governo Temer” diz ele “só é possível para um governo não eleito”. Para ele, o PSDB cometeu um erro ao embarcar no impeachment:




“A frase que me veio de imediato por ocasião do impeachment foi a de Dostoievsky: ‘Se Deus não existe tudo é permitido’”. Ao apoiar um impeachment sem motivo forte, “o PSDB se subordinou ao Cunha e à extrema-direita”. Janine também critica o trâmite lento dos processos no STF: “Até virar um pedido de inquérito no Supremo é uma vida…até
o inquérito ser feito e resultar em processo é outra vida… ser julgado é uma eternidade”. “Para o Brasil” afirma o ex-ministro “a melhor coisa seria a economia melhorar logo. Se a economia melhorar logo, esse governo vai ser popular. Vai pelo menos conseguir se erguer. E, de modo geral, a questão da corrupção vai ser esquecida”. Ele responsabiliza a instabilidade trazida pelo impeachment pelo agravamento da recessão: “Não tivesse havido a crise para promover o impeachment acho que a economia brasileira já estaria melhor”.




Janine suspeita que os procuradores de Curitiba e o juiz Sergio Moro têm a intenção de “inabilitar Lula” para as eleições de 2018, o que poderá acarretar consequências imprevisíveis, pois “as acusações assacadas contra Lula são fracas”. “Se ele for candidato, já está no segundo turno” diz ele “resta saber quem será seu contendor”. Janine também admite não ter certeza se haverá mesmo eleições para presidente em 2018.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Prof.a do Ensino Basico do Nordeste Lucia de Fatima Monteiro Diz

    Lula sempre será o melhor presidente do Brasil, porque veio de camadas pobre dá sociedade e sabe o que deve ser feito pelos menos favorecidos nesse País. Só o nosso presidente Lula para entender q sem educação, saúde, segurança e uma economia forte, nós seremos sempre sujeito a outros países que querem nos transformar em Colônia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.