QUEDA DE BRAÇO: Moro quer que amigo de Lula volte para a cadeia; VEJA!

0

Moro quer mandar o pecuarista José Carlos Bumlai de volta para a prisão fechada da Lava Jato. Ele comunicou ao ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, que Bumlai “não se enquadra” mais nas hipóteses de permanência em prisão domiciliar.

O STF deu em novembro liminar ao pecuarista autorizando-o a cumprir pena em regime domiciliar. O ministro do STF Teori Zavascki acolheu os argumentos dos defensores de Bumlai, que enfrenta um câncer e problemas cardíacos. “Os exames periódicos para acompanhar o controle do tumor, os corticóides e o programa de reabilitação cardíaca, não justificam, por si só, a prisão domiciliar”, assinala Moro no ofício endereçado a Teori.

Moro anotou que esta sua decisão, de mandar Bumlai de volta para o regime fechado da Lava Jato, tem “efeitos meramente declaratórios”, apenas com o objetivo de reafirmar o que ele decidiu em 10 de agosto, quando interrompeu o regime domiciliar concedido a Bumlai enquanto durasse o tratamento médico.

Segundo Moro, “esses exames e a reabilitação cardíaca, além do próprio recebimento de medicamentos para controle desses males, podem ser feitos, sem qualquer dificuldade, em Curitiba, no próprio Complexo Médico Penal, no qual o condenado estava previamente recolhido, ou, eventualmente, se necessário por saídas periódicas para hospitais privados em Curitiba”. “Os laudos dos peritos são nesse sentido”, finaliza o magistrado.

Bumlai foi condenado a nove anos e dez meses de prisão por conta do empréstimo de R$ 12 milhões envolvendo o banco Schahin e um suposto socorro financeiro ao PT.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.