RECADO PRA TEMER: ‘Ao invés de cortar direitos, faça a economia crescer’, diz Lula em ato na Avenida Paulista

0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou no ato contra a reforma da Presidência do governo do presidente Michel Temer, na noite desta quarta-feira (15), na Avenida Paulista, em São Paulo. Para Lula, o governo tem que aquecer a economia ao invés de cortar os direitos dos trabalhadores.

Quando o ex-presidente subiu no carro de som, manifestantes começaram a gritar “Lula, guerreiro do povo brasileiro”.

O petista iniciou o discurso cumprimentando os professores e,na sequência, reafirmou que o golpe não foi contra o PT, mas, sim, contra o povo brasileiro.

Está ficando cada vez mais claro que o golpe dado nesse país não foi apenas contra a Dilma, contra os partidos de esquerda, foi para colocar um cidadão sem nenhuma legitimidade para acabar com as conquistas da classe trabalhadora ao longo de anos, com a reforma trabalhista e da Previdência.”

O ex-presidente disse ainda que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff foi para colocar no “Congresso uma força política para enfiar goela abaixo do povo brasileiro uma reforma que vai impedir a aposentadoria de milhões”.

Lula disse que para “resolvemos o problema da previdência”, é necessário incluir “os pobres no orçamento”. “Quando nós geramos 22 milhões de emprego, todas as categorias tinham aumento acima da inflação a previdência conseguiu sua arrecadação”, afirmou em menção aos seus oito anos no governo.

Ao invés de fazer uma reforma para tirar direitos, faça a economia voltar a crescer, gere emprego…”

O petista também atacou as privatizações promovidas pelo governo. “É preciso parar com essa bobagem de cortar e vender as nossas estatais. Quem não sabe governar, só sabe vender”, disse ele.

Para Lula, o caminho é “governar para o povo mais pobre desse país (…) é preciso parar de cortar, é preciso parar de vender as nossas estatais”.

Quem pensa que o povo está contente, esse povo só vai parar quando elegerem um governo democraticamente eleito.”

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.