Tucano Beto Richa quer fechar 200 escolas no Paraná; SAIBA!

0

O governo Beto Richa (PSDB) deverá acelerar o fechamento de turmas e, consequentemente, reduzir o número de escolas da rede pública de ensino a partir do segundo semestre deste ano.

O projeto do tucano consiste no fechamento de 200 escolas no ano letivo do ano que vem. Atualmente, a rede estadual possui 2,1 mil escolas em todo o Paraná.

Na capital ainda estão na linha de tiro do tucanato os seguintes estabelecimentos tradicionais de ensino: Victor Ferreira do Amaral, Rio Branco, Professor Cleto, Tiradentes, Pio Lanteri, Dom Orione, D. Pedro II, dentre outros.

Para este ano letivo de 2017, previsto para começar na semana que vem, caso não haja greve, Beto Richa já enxugou em 10 mil o número de professores nas salas de aula com a redução das hora-atividades e não atribuição de extraordinárias para aqueles profissionais que adoeceram nos últimos cinco anos. É o que diz a famigerada resolução 113/2017.

Entre o que está acontecendo hoje na educação e o que ainda está por vir, em 2018, com o cruel fechamento de escolas, desenha-se o fim de 35 a 40 mil vagas no magistério do Paraná.

A ordem no Palácio Iguaçu é para “economizar”, isto é, os primeiros a serem eliminados serão os professores contratados pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS).

Na última segunda-feira (6), em entrevista ao Blog do Esmael, um professor PSS de História, de Londrina, resumiu a dramática situação da educação do Paraná: “O Beto Richa reduziu as horas-atividades e fechou turmas para não nos contratar. Não tem aula nem para concursado antigo”.

Objetivamente, haverá sobrecarga de trabalho nos professores do quadro próprio com aumento da carga horária e diminuição de salários (calotes na data-base, nos avanços e nos reajustes do piso).

Desde o início deste 2º mandato de Beto Richa, o governo do estado vem tratando a educação pública como “gasto” a ser eliminado em planilhas do “Comitê de Política Salarial” — que é coordenado pelo secretário da Fazenda Mauro Ricardo Costa.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.