URGENTE: Temer desafia TSE e diz que corte não dará última palavra sobre seu mandato, “A gente recorre”

0

O presidente Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (22) que não pensa em renunciar ao cargo e que vai recorrer com “recursos e mais recursos” caso o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgue procedente a ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer.

“Não tenho pensado nisso [em renunciar ao cargo de presidente da República]”, disse Temer durante café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada.

“Havendo uma decisão [do TSE por cassar a chapa], haverá recursos e mais recursos”, completou Temer.

O presidente, porém, ressaltou que será “obediente” à decisão final do Judiciário seja ela qual for.

No primeiro semestre do ano que vem o TSE deve julgar uma ação protocolada pelo PSDB, hoje na base de Temer, pedindo a cassação da chapa PT-PMDB por suposto abuso de poder político e econômico nas eleições presidenciais de 2014.

LAVA JATO

Citado por pelo menos três delatores da Odebrecht por supostas práticas ilegais, Temer afirmou que não “insurgiu” contra a Operação Lava Jato, mas que não se pode “soltar uma delação por semana”.

“Pedi que se acelere o processo”, ressaltou o peemedebista.

O presidente admitiu que vazamentos do conteúdo das delações da empreiteira “cria um clima de instabilidade no país” ao atingir o coração de seu governo, com citações a seu nome e ao de dois de seus principais auxiliares, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Parcerias e Investimentos).

Mesmo assim, Temer garantiu que não vai afastar Padilha do cargo. “Não tirarei o chefe da Casa Civil. Ele continua firme e forte à frente da Casa Civil. Não haverá mudança nenhuma”, afirmou o presidente.

O presidente, porém, deixou em aberto a possibilidade de fazer uma reforma ministerial no ano que vem para agradar a aliados insatisfeitos com pouca participação no governo.

“Não sei o que vai acontecer lá na frente mas não há intenção, nesse momento, de fazer qualquer alteração ministerial”, completou. Com informações da Folhapress.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.