VALOR ECONÔMICO: Rejeição de Temer bate novo recorde

0

Do Valor:

Uma pesquisa recente feita pela Ipsos sobre a imagem de personalidades na alta arena pública dá uma dimensão da preponderância do Judiciário sobre a política tradicional. O instituto pediu aos entrevistados avaliações sobre 20 figuras de destaque.

As três com maior taxa de aprovação são da magistratura. Pela ordem: o juiz federal Sergio Moro, titular da Operação Lava-Jato na primeira instância, líder isolado com 65% de resultado positivo; o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão na corte, com 48%; e a atual presidente do STF, Cármen Lúcia, com 33%.

A pesquisa, financiada pela própria Ipsos, segundo a empresa, foi feita entre os dias 1º e 11 de fevereiro com 1.200 entrevistas, o que dá uma margem de erro de 3 pontos.

No ranking de aprovação, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ex-ministra Marina Silva apareceram tecnicamente empatados com Cármen Lúcia, mas numericamente atrás da ministra. O petista com 31%, a fundadora da Rede com 28%.

No polo oposto do levantamento, o presidente Michel Temer é a terceira figura com pior imagem do país, desaprovado por 78% dos brasileiros. Só perde para o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com 89% de desaprovação, e para o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), com 82%. A ex-presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) também não estão bem no ranking. Aparecem com 74% de desaprovação.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.