CAPA DA VEJA ASSUME QUE CONDENAÇÃO DE LULA É POLÍTICA E COMPARA À DITADURA: Ato falho por ignorância, provavelmente.

0

A capa da Veja desse final de semana é, em si, uma comparação direta entre a prisão de Lula pela ditadura militar e a prisão de hoje. Sem querer, acabou por assumir que as situações são similares, de estado exceção.
Na primeira foto, Lula é registrado no DOPS, Departamento de Ordem Política e Social, ou seja uma prisão política, onde havia morte e tortura na ditadura. Portanto, a primeira foto é a prova de que Lula lutou por direitos fundamentais do trabalhador, que atingiu os interesses da oligarquia, que na época era militar.




A foto de hoje, do lado direito da capa, é uma montagem de um registro policial para a prisão de Lula, pela condenação no TRF-4. Ora, a comparação foi extremamente feliz, embora por imensa burrice histórica. Se houvesse DOPS hoje, seria um lugar perfeito para prisão do ex-presidente, já que sua condenação é política e não judicial. Em outras palavras, a Veja assume que Lula é inocente.




Com essa premissa histórica definida, vem a grande pergunta. Se a Veja assume que Lula é inocente, por que, mesmo assim, ela comemora a prisão de Lula? Ora, por completo desconhecimento do sentido de democracia e cidadania, que leva a comemoração da própria forca. Se o judiciário está em estado de exceção e numa ditadura togada, a democracia morreu e, cedo ou tarde, atingirá os mesmos idiotas que estão comemorando agora.

Click Política com A Postagem

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.