Ciro diz que Temer será preso, que ladrão do MDB será oposição e diz alfineta Bolsonaro

Pré-candidato à Presidência da República, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse nesta quarta-feira (6) que o presidente Michel Temer será preso e que o MDB é o único partido com o qual descarta alianças. Ele também fez críticas ao deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a quem chamou de tresloucado, boçal despreparado e câncer.

Nominalmente, Ciro criticou o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Temer, seus contemporâneos no Legislativo.

Relacionadas

“Peguei um tempo em que estava em pleno comando da Câmara o Michel Temer e o Eduardo Cunha, batendo bola um com o outro para roubar a nação. Fui processado por ambos. Um já está na cadeia e o outro vai”, afirmou em sabatina promovida pelo jornal Correio Braziliense.

Nominalmente, Ciro criticou o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Temer, seus contemporâneos no Legislativo.

“Peguei um tempo em que estava em pleno comando da Câmara o Michel Temer e o Eduardo Cunha, batendo bola um com o outro para roubar a nação. Fui processado por ambos. Um já está na cadeia e o outro vai”, afirmou em sabatina promovida pelo jornal Correio Braziliense.

você pode gostar também Mais do autor