CONVERGÊNCIA: Ciro e Boulos afirmam que judiciário extrapola leis e que povo é quem manda no Brasil

O evento em Gramado que reuniu os presidenciáveis hoje incluiu um debate envolvendo Ciro Gomes, Henrique Meirelles, Álvaro Dias, Manuela D’Ávila e Guilherme Boulos.

Tanto Ciro como Boulos, de acordo com o relato da Folha, reclamaram de “excessos” da atuação do Judiciário.

Relacionadas

“Quem manda no país não é Judiciário extrapolando lei, não é jovem do Ministério Público, por melhor que seja sua intenção. Quem manda no país é o povo e a sua representação”, declarou o pedetista.

CLICK POLÍTICA com informações de antagonista

você pode gostar também Mais do autor