Decisão dos ministros Gilmar, Toffoli e Lewandowski marca um início do fim dos abusos de Moro e Lava Jato

Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, resolveram na tarde desta terça (24) iniciar uma operação para acabar com os abusos cometidos pelo juiz de Curitiba Sérgio Moro, que durante a Operação Lava Jato abusou de sua autoridade, usando métodos ilegais e imorais, para conseguir os seus objetivos na república de Curitiba.

O magistrado de Curitiba passou a criar as próprias leis ferindo o Código Penal e Constituição Federal tendo recebido, avisos por diversas vezes, do próprio Gilmar e do Ministro ministro Marco Aurélio, sobre exageros na condução das investigações, ordem de prisões e sobre a competência dos juízes de origem.

Relacionadas

No caso do sítio em Atibaia, os ministros entenderam que a vara certa para tratar do assunto é em São Paulo, já que na opinião dos mesmos, não existem comprovação suficiente de ligação com desvio na Petrobras.

O STF através da Segunda Turma, na opinião de milhares de brasileiros nas redes sociais, presta um grande serviço ao Brasil, que se encontra, através da maioria de sua população, revolto com medidas arbitrárias cometidas por Moro e o Ministério Público da Lava Jato, agindo como verdadeiros Deuses.

Redação, Portal Click Política.

você pode gostar também Mais do autor