DODGE NADA FAZ! PF investiga se construtoras desviaram recursos para campanhas de Aécio

A Polícia Federal investiga duas empresas que podem ter sido usadas para desviar recursos para campanhas de Aécio Neves (PSDB) na construção da Cidade Administrativa em Belo Horizonte. A sede do governo de Minas Gerais foi construída entre 2008 e 2010 durante o governo tucano naquele estado e foi orçada em R$ 900 milhões, sendo que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) declarou que a obra passou de R$ 1,8 bilhão.

“Em delação premiada, no fim de 2016, o ex-diretor superintendente da construtora Odebrecht em Minas Gerais Sérgio Neves denunciou um suposto esquema de desvio dinheiro.

Relacionadas

Segundo o delator, o então presidente da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais, Oswaldo Borges, determinou que 3% de um contrato com as empresas Odebrecht, Queiroz Galvão e a OAS iriam para Aécio Neves para futuras campanhas políticas. O contrato era de R$ 360 milhões.”

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

você pode gostar também Mais do autor